Fascismo no Brasil

Posted: October 1, 2013 in news
Tags: , , ,
Faça suas próprias pesquisas. Não se conforme com uma única fonte. Informação é poder. Questione tudo.

manifestante

FASCISMO NO BRASIL

O Cientista político Dr. Lawrence W. Britt (autor do livro “Fascismo Anyone?”, 2003) estudou os regimes fascistas de Hitler (Alemanha), Papadopoulos (Grécia), Mussolini (Itália), Franco (Espanha), Suharto (Indonésia) e Pinochet (Chile), e verificou que todos esses líderes tinham 14 elementos em comum. Ele chamou esses elementos de características de identificação do fascismo.

Quer prova maior de que o Brasil é um estado fascista? Todas as charges que ilustram esse post são de autoria do grande Carlos Latuff, cartunista carioca que já foi ameaçado de morte por causa de seu ativismo e coragem em denunciar a violência policial e a corrupção no país.

São eles:

1. NACIONALISMO PODEROSO E DURADOURO

ordem-e-progresso

Conforme o estudo do Dr. Britt, de que regimes fascistas tendem a fazer uso constante de lemas patrióticos, de slogans, de símbolos, de músicas e de outros instrumentos representativos como bandeiras com as cores símbolos do país e que são vistas em todos os lugares, inclusive em roupas e em demonstrações públicas, tem por objetivo criar na população uma associação entre os seus líderes e a pátria que eles governam, uma evocação do princípio déspota de tiranos que proclamam “o Estado sou eu”.

2. DESPREZO PELO RECONHECIMENTO AOS DIREITOS HUMANOS

direitos-humanos-no-brasil
Devido ao medo dos inimigos e a necessidade constante de segurança, as pessoas são constantemente manipuladas pelos regimes fascistas e são condicionadas a acreditar que os direitos humanos podem ser ignorados em certos casos, por causa da “necessidade”. As pessoas tendem a fazer vista grossa ou até mesmo aprovar a tortura, as execuções sumárias, os longos encarceramentos de prisioneiros e as prisões arbitrárias realizadas pelas forças militares em nome da “lei” e da “ordem”.

3. IDENTIFICAÇÃO DE INIMIGOS/BODES EXPIATÓRIOS USADOS COMO CAUSA UNIFICADORA

ze-luvinha-e-10-black-bloc
As pessoas se reúnem em um frenesi patriótico sobre a necessidade de eliminar qualquer ameaça comum ou um inimigo específico que possa desestabilizar o regime: as minorias raciais, étnicas ou religiosas, os liberais, os comunistas, os socialistas, os anarquistas, os Black Blocs, os críticos do sistema, os “terroristas”, etc. Em um regime fascista, sempre existiram e existirão mártires

4. SUPREMACIA DOS MILITARES

pm-assassina

Mesmo quando há inúmeros problemas de infraestrutura em todos os setores públicos do sistema, é dado à força militar uma quantidade desproporcional de financiamento do governo e a agenda doméstica é negligenciada. Os soldados e os serviços militares são frequentemente louvados pelos governos e suas falhas, mesmo aquelas consideradas mais graves, são relevadas ou encobertas.

5. SEXISMO DESENFREADO

sexismo
Os governos das nações fascistas tendem a ser quase exclusivamente dominado por homens. Sob regimes fascistas, os papéis tradicionais de gênero tornam-se mais rígidos. A oposição ao aborto é alta, assim como a homofobia e a legislação anti-gay. Quando há mulheres ocupando cargos públicos, é sempre bom desconfiar de que não se trata de um jogo de cena, um mero fantoche manipulado para desviar as desconfianças da população em relação à misoginia dos regimes fascistas.

6. MÍDIA CONTROLADA, PARCIAL OU MANIPULADORA DE OPINIÕES

midia-vendida

Em alguns casos, a mídia é controlada diretamente pelo governo; e em outros, controlada pelo governo indiretamente através de agências reguladoras ou através de executivos da própria mídia ligados aos governos. Em tempos de crise política, social ou de guerra, aplica-se diretamente ou indiretamente a censura, através de mecanismos que regulam o que pode e o que não pode ser veiculado pela mídia.

7. OBSESSÃO COM A SEGURANÇA NACIONAL

pm-fascista

O medo é usado como uma ferramenta de motivação por parte do governo para exercer seu controle sobre as massas. Cria-se uma “Cultura do medo”  na população para que ninguém se manifeste contrariamente à ordem estabelecida. Através da censura e da violência policial os movimentos sociais são duramente reprimidos.

8. RELIGIÃO E GOVERNO ESTÃO INTERLIGADOS

bancada-evangelica-e-a-cura-gay
Os governos de nações fascistas tendem a usar a religião mais popular no país como uma ferramenta para manipular a opinião pública. A retórica religiosa e a terminologia são comuns por parte dos líderes do governo, mesmo quando os grandes princípios da religião são opostos às políticas e ações praticadas pelo governo.

9. O PODER CORPORATIVO É PROTEGIDO

latifundiario

A aristocracia de uma nação fascista, muitas vezes, é o que coloca os líderes do governo no poder criando uma relação de negócios-governo mutuamente benéfica para a elite do poder.

10. A FORÇA DO TRABALHO É SUPRIMIDA

bombeiros-em-greve

O poder da força do trabalho é a única ameaça real a um governo fascista. Quando se pára a produção que sustenta a elite, todo sistema pára e entra em colapso. Sindicatos são totalmente eliminados, severamente reprimidos ou obrigados a funcionar na clandestinidade. Greves são proibidas e reprimidas através de ações judiciais ou com o uso de força militar.

11. DESPREZO POR INTELECTUAIS, ARTISTAS E PROFESSORES

cabral-paes-professores-camara-de-vereadores
Nações fascistas tendem a dificultar o ingresso ao ensino superior em universidades e academias. Frequentemente professores e outros acadêmicos são vítimas de censura, repressão e até mesmo prisões. A livre expressão nas artes é atacada abertamente e frequentemente acusada de tentar subverter a ordem e a moral. Governos fascistas não financiam as artes.

12. OBSESSÃO PELO CRIME E PELO CASTIGO

pm-carrasco
Sob o regime fascista é dado à polícia o poder quase ilimitado para fazer cumprir as leis. A força policial funciona não só como o agente da lei, mas também como juiz e executor. A opinião pública é manipulada de forma a ignorar, a permitir e até mesmo a reconhecer os abusos policiais como legítimos em nome do patriotismo e do bem-estar da sociedade de “direito”. Em muitos regimes fascistas, cria-se uma força nacional com poder quase ilimitado.

13. NEPOTISMO DESENFREADO E CORRUPÇÃO EM TODAS AS ESFERAS

propinoduto-do-metro-de-sp
Regimes fascistas quase sempre são governados por grupos de amigos e parentes que nomeiam uns aos outros para cargos no governo e usam o poder e a autoridade obtidos para proteger seus aliados de responsabilidade governamental e para se perpetuarem no poder geração após geração. Em regimes fascistas os recursos nacionais são constantemente desviados para fins ilícitos ou simplesmente roubados por líderes do governo sem que estes sofram qualquer tipo de punição.

14. FRAUDES NAS ELEIÇÕES

urna
Quando não são inexistentes em casos de regimes fascistas ditatoriais, em muitos regimes fascistas disfarçados de democracia as eleições se constituem uma farsa completa por conta de resultados previamente arranjados. Em outros casos, as eleições são manipuladas por agências do governo e órgãos de imprensa ligados aos interesses do governo. A mídia cria instrumentos para que candidatos de oposição ao regime sejam desacreditados perante a opinião pública. Muitos são assassinados. A legislação é usada para controlar o número de votantes ou estabelecer métodos que beneficiem que candidatos do regime se perpetuem no poder. Nações fascistas também usam os poderes judiciais para manipular e controlar as eleições.

Fonte: http://pt-br.protopia.wikia.com/wiki/Quatorze_definições_características_do_Fascismo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s