Fascism in Rio: Police beat up teachers

Posted: October 2, 2013 in news
Tags: , , , , ,

Dear non-Brazilian reader, one more time I have to ask: please, don’t come to Brazil to the World Cup 2014. And please, share this post with all your friends and family. Every day I feel more ashamed to be Brazilian, but I also feel more proud to be carioca. The struggle goes on. You can follow the protests in Rio (and Brazil) through the site webrealidade and see the truth that official midia does not want to show: http://www.webrealidade.org/p/RJ.php. Last update: Thursday, 10:10 AM.

AVISO: O SEPE (Sindicado Estadual dos Profissionais de Educação do Rio de Janeiro) está colhendo material – vídeos, fotos e depoimentos – mostrando a agressão covarde da polícia militar a mando do governador fascista Sergio Cabral contra os profissionais de educação e que será encaminhado às Organização das Nações Unidas (ONU) e à Organização Internacional do Trabalho (OIT). Quem tiver material ou sofreu qualquer tipo de agressão, por favor entre em contato com o SEPE pelo endereço: http://www.seperj.org.br/fale.php.

Polícia do Rio agride professores / Rio police beat up teachers

Hoy en día, la tortura se llama “procedimiento legal”, la traición se llama “realismo”, el oportunismo se llama “pragmatismo”, el imperialismo llamada “globalización” y las víctimas del imperialismo, en “los países en desarrollo”. El diccionario también fue asesinado por la organización criminal en el mundo. Las palabras ya no dicen lo que dicen, o no saben lo que dicen.

Eduardo Galeano

sergio-cabral-kills-teacher

Essa charge do grande Carlos Latuff só tem um erro. Sergio Cabral, o criminoso outrora conhecido como governador do estado do Rio de Janeiro, é covarde demais para puxar o gatilho. Ele precisa mandar centenas de cães raivosos outrora conhecidos como policiais militares para fazerem seu trabalho sujo. // This great cartoon from Carlos Latuff has only one error. Sergio Cabral, the criminal son of a bitch formerly known as governor of Rio de Janeiro, is too coward to pull the trigger. He needs to send hundreds of rabid dogs formerly known as military policemen to do his dirty work.

Desde junho quando se iniciaram os protestos no Brasil, o povo do Rio de Janeiro vem tomando a frente na luta contra a corrupção e a negligência com os serviços públicos. Em greve há 40 dias, os profissionais da educação lutam por melhores condições de trabalho e salários contra um corrupto e fascista governo para o qual a educação, a saúde e a segurança do cidadão não são prioridades. Os professores ganham o apoio de outros movimentos de luta. Isso vem provocando o pânico nos governantes e nos políticos. Em atitudes desesperadas, o Governador Sergio Cabral e o Prefeito Eduardo Paes aprovam leis da noite para o dia para tentar reprimir as manifestações – como proibir uso de máscaras, promover invasão de privacidade, quebra de sigilo telefônico e correio eletrônico, censura – e a mais covarde de todas as formas de repressão: usar a força policial como uma milícia particular para prender, bater e matar cidadãos inocentes.

dictatorship

Since June when the protests began in Brazil, the people of Rio de Janeiro is taking the lead in the fight against corruption and neglect of public services. On strike for 40 days, education professionals fighting for better working conditions and wages against a corrupt and fascist government for which education, health and public security are not priorities. Teachers gain the support of other fighting moves. This has caused panic in rulers and politicians. In desperate measures, Governor Sergio Cabral and Mayor Eduardo Paes approve laws overnight to try to suppress the demonstrations – such as prohibiting the use of masks, promote invasion of privacy, breach of confidentiality telephone and email, censorship – and most cowardly of all forms of repression: use the police force as a private militia to arrest, beat and kill innocent citizens.

Quatro dias de guerra no centro do Rio / Four days of war in Rio downtown

protest-1

No dia 28, um protesto pacífico dos professores terminou mais uma vez em violência quando a polícia militar agiu com covardia contra trabalhadores indefesos que apenas exerciam o seu direito garantido pela constituição de manifestação e greve.

education-on-strikeOn the 28th, a peaceful protest of teachers once again ended in violence when military police acted with cowardice against defenseless workers that only exercised their right guaranteed by the Constitution to demonstrate and strike.

.

Policiais invadem a Câmara dos Vereadores do Rio para expulsar professores que ocupavam pacificamente o local. // Police invade Rio Town Council to oust teachers who peacefully occupied the site:

.

Update: Vídeo gravado por um professor dentro da Câmara dos Vereadores mostra a ação policial contra os profissionais de educação, que gritavam “Soldado, soldado! Seu filho é nosso aluno e está do nosso lado!” Aos 4min dá pra ouvir o barulho de bombas explodindo do lado de fora do prédio. // Video recorded by a teacher within the Town Council shows police action against education professionals, who shouted “Soldier, soldier! your child is our student and is on our side!” 4min is possible to hear the noise of bombs exploding outside the building.

.

Do lado de fora da Câmara, a violência e a covardia dos policiais contra os profissionais da educação. // Outside the Town Council, the violence and cowardice of policemen against education professionals.

.

No dia 30, um novo protesto e novamente a ação violenta da polícia militar. A ordem do governador Sergio Cabral é reprimir toda e qualquer manifestação ou aglomeração de pessoas. // On the 30th, another protest and again the violent action of the military police. The order of the Governor Sergio Cabral is to suppress any manifestation or overcrowding.

.

Uma lei inconstitucional foi criada para proibir o uso de máscaras em protestos e permitir que a polícia prenda manifestantes mascarados de forma ilegal e arbitrária. Nem o Batman escapou. Os políticos brasileiros são mesmo uns palhaços e a polícia militar seus cachorrinhos de estimação… // An unconstitutional law was created to prohibit the use of masks in protests and allow the police to arrest masked protesters unlawfully and wantonly. Neither Batman escaped. Brazilian politicians are really clowns and the military police their lap-dogs …

.

Violência policial no ato em apoio aos professores. // Police violence in the act in support of teachers:

.

P2 (policiais infiltrados) mais uma vez sabotam uma passeata e atacam seus próprios colegas policiais para jogar a culpa nos manifestantes e justificar a violência e a covardia da polícia. Depois a mídia oficial liderada pela nefasta Rede Globo edita as imagens e diz que foram os manifestantes que atacaram os policiais… // P2 (undercover police) once again sabotage a march and attack their own fellow to blame the protesters and justify the police violence. Later official media led by nefarious Globo TV edit the images and says it was the protesters who attacked the police …

.

Policial forja flagrante com morteiro para justificar prisão de jovem inocente. Observe que o policial carrega o tempo todo um “artefato explosivo”. // Military policeman forges possession of firework to arrest a young innocent. Notice in the video that the officer carries an “explosive device” all the time.

.

Professores da rede pública em greve e que protestavam por melhores condições de trabalho, melhores salários e contra o plano de cargos e salários aprovado hoje de forma arbitrária pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro foram covardemente agredidos por policiais militares. A repressão violenta do governador do estado do Rio de Janeiro Sergio Cabral aos movimentos populares que lutam por melhores condições de vida se tornou uma prática comum. Mais uma vez o centro do Rio foi transformado em cenário de guerra. Durante todo o dia, a polícia tentou dispersar manifestantes e espalhou o caos e o pânico pelas ruas da cidade com o uso massivo de bombas de gás lacrimogêneo e bombas de efeito moral. A cada nova onda de ataque da polícia, a população era obrigada a dispersar, sendo perseguida pelos policiais do choque. Ao final do ataque, o grupo se reunia novamente, provocando uma nova onda de ataques por parte da polícia. Professores são os maiores inimigos dos estados fascistas. Alguma dúvida de que o Brasil é hoje o país mais fascista do planeta?

Public school teachers on strike and protesting for better working conditions, better wages and against the plan for jobs and wages arbitrarily approved today by the City of Rio de Janeiro were cowardly attacked by military police. Violent repression of the governor of the state of Rio de Janeiro Sergio Cabral against popular movements has become a common practice. Again the center of Rio was transformed into war scenario. Throughout the day, police tried to disperse protesters and spread chaos and panic through the streets with the massive use of tear gas and stun grenades. Each new wave of police attack, the population was forced to scatter, being chased by riot police. At the end of the attack, the group met again, causing a new wave of attacks by the police. Teachers really are the greatest enemies of fascist states. Some doubt that Brazil is now the most fascist country in planet?

black-bloc-1

Update: Esta informação ainda precisa ser confirmada, de acordo com o SEPE. Durante um dos ataques covardes praticados pelos policiais, a professora de arte Elizabete da Fonseca, 67 anos, sofreu um ataque cardíaco e veio a falecer em decorrência da excessiva inalação de gás lacrimogêneo lançado pela polícia. O uso indiscriminado de armas “menos letais” – bombas de gás fora da validade e com 20 por cento a mais de concentração – vem fazendo vítimas fatais desde o começo dos protestos em junho.

Update: This information needs to be confirmed, according to the Syndicate of Education Professionals. During one of the cowardly attacks committed by police, the art teacher Elizabeth da Fonseca, 67, suffered a heart attack and died as a result of excessive inhalation of tear gas released by police. The indiscriminate use of weapons “less lethal” – gas pumps out of date and with 20 percent more concentration – has been doing fatalities since the beginning of protests in June.

Uma perigosa professora faz terríveis ameaças a dezenas de policiais indefesos nesta terça-feira, no centro do Rio.

dangerous-teacherA dangerous teacher makes dire threats to dozens of defenseless policemen on this Tuesday, in downtown Rio.

Armas químicas em uso no Rio de Janeiro: a quantidade absurda de bombas de gás lacrimogêneo usada pela polícia contra os professores cria uma enorme nuvem tóxica que se espalhou pelas ruas. Se esta é uma arma não-letal, por que então as pessoas estão morrendo?

tear-gasChemical weapons in use in Rio de Janeiro: the absurd amount of tear gas used by police against teachers creates a huge toxic cloud that spread through the streets. If this is a non-lethal weapon, why are people dying?

O que me causa tristeza é imaginar quantas mortes mais serão necessárias para que as pessoas vejam a verdade? Quantas mortes serão necessárias para que as pessoas parem de ignorar as atrocidades que estão sendo feitas pela policia e pelo Estado, e comecem de fato a fazer algo? Quantas mortes mais serão necessárias para que a mídia pare de mentir na cara de todo mundo? Quanta mortes mais serão necessárias para que o mundo inteiro compreenda o que está se passando neste país???

What causes me grief is to imagine how many more deaths will be necessary for people to see the truth? How many deaths will it take for people to stop ignoring the atrocities that are being made by the police and the state, and start actually doing something? How many more deaths will be necessary for the media to stop lying in front of everyone? How many more deaths will be needed for the whole world to understand what is going on in this country??

police-black-bloc

Todos pacificamente na passeata. Black Blocs na linha de frente defendendo os manifestantes dos ataques de bombas vindos da tropa de choque. A vocês, Black Blocs, nossos sinceros agradecimentos. Mais um ato pacífico foi reprimido pela violência dos policiais, que a cada dia que passa está aumentando. Eles não estão preparados para lidar com seres humanos, definitivamente. Havia idosos e crianças no local e bombas foram atiradas sem nenhum critério.

protest

All in march peacefully. Black Blocs on the front line defending the protesters from attack by the riot police. To you, Black Blocs, our sincere thanks. Another peaceful demonstration was repressed by the violence of the police, that every day is increasing. They are not prepared to deal with humans, definitely. There were elders and children in place and bombs were dropped without any criteria.

Mais uma vergonha brasileira, a violência covarde da polícia contra professores é notícia no mundo todo. // Another Brazilian shame, the cowardly police violence against teachers is news around the world:

aljazeera

Site da rede de notícias Aljazeera: http://www.aljazeera.com/news/americas/2013/10/police-clash-with-striking-teachers-brazil-20131021104476424.html.

Le Monde: http://www.lemonde.fr/ameriques/article/2013/10/01/bresil-les-enseignants-du-public-en-greve-se-heurtent-a-la-police_3488208_3222.html

Polícia fecha a rua com grades próximo à Câmara dos Vereadores para impedir que os professores fechem a rua. Não… não é brincadeira. Isto é Brasil.

streets-closed

Police closed the street with railings near the Town Council to prevent teachers from closing the street. No. .. is not a joke. This is Brazil.

Um advogado ficou ferido durante a ação truculenta da Polícia Militar nesta terça-feira no Centro do Rio de Janeiro.

lawyerA lawyer was wounded during the action truculent of the Military Police this Tuesday in Rio downtown.

Professor agredido por policial militar.

teacher-beaten-by-policeTeacher beaten by military policeman.

Resumo do dia: nove detidos, três menores de idade, sendo um bastante machucado, sob as acusações desacato, desobediência, porte de drogas (flagrante forjado é claro) e tentativa de lesão corporal. Dentre os detidos, dois jornalistas da mídia independente. No Hospital Souza Aguiar, foram 8 feridos, incluindo uma menina ferida por bala de borracha de raspão no rosto. Um advogado foi atingido na cabeça por cassetetes de policiais. O jornalista Marcos de Sordi, do Jornal Zona de Conflito, foi espancado por policiais.

Summary of the day: nine arrested, including three minors, one very bruised. The charges of contempt, disobedience, drug possession (flagrant forged of course) and attempted bodily harm. Among those detained two journalists of independent media. At the Hospital Souza Aguiar, 8 were wounded, including a girl injured by rubber bullet grazed his face. A lawyer was struck in the head by police batons. The journalist Marcos de Sordi, from the Journal Conflict Zone, was beaten by police.

A repressão violenta da polícia obrigou os organizadores do Festival Internacional de Cinema do Rio de Janeiro a suspender as atividades nesta terça-feira. Polícia militar do Estado do Rio de Janeiro: mais uma vergonha brasileira.

rio-cine-festivalThe police crackdown has forced the organizers of the International Film Festival of Rio de Janeiro to suspend activities this Tuesday. Military Police of the State of Rio de Janeiro: The Brazilian greatest shame.

Policiais agridem professores acampados em frente à Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

police-attack-teachersPolice attack teachers camped in front of City Hall in Rio de Janeiro.

Reparem nessa menina AJOELHADA. Que tipo de perigo ela poderia trazer à integridade física desses policiais? Agora, reparem bem na fúria com que eles avançam em direção à menina…

police-beaten-girlLook at that girl KNEELING. What kind of danger she could bring to the physical integrity of these policemen? Now, notice the fury with which they advance towards the girl …

Nós, o povo do Rio de Janeiro, vamos continuar lutando. A nova ordem brasileira está aí para quem quiser enxergar a verdade. Eles podem até nos derrotar, mas não será sem luta. Nós lutaremos até que eles matem cada um de nós.

black-blocWe, the people of Rio de Janeiro, we will keep fighting. The new Brazilian order is there for those who want to see the truth. They might beat us, but will not be without a fight. We will fight until they kill each one of us.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s